Quatro ex-governadores do Piauí deixarão de receber pensão vitalícia

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) invalidando o dispositivo da Constituição do Estado do Piauí que previa o pagamento de subsídio mensal e vitalício para ex-governadores atinge cinco pensionistas: os ex-governadores Freitas Neto, Mão Santa, Guilherme Melo e Hugo Napoleão e a ex-primeira-dama Maria Teresinha Nunes de Barros, viúva do ex-governador Helvídio Nunes.