Mais de 530 mil famílias no Piauí vão receber auxílio após queixa do Consórcio Nordeste

Um total de 530.885 mil famílias de baixa renda do Piauí serão contempladas pelo Auxilio Brasil, no valor mínimo de R$ 400, já neste mês de janeiro, é o que afirma o Ministério da Cidadania ao divulgar, nesta terça-feira (11), o quantitativo de beneficiários do programa nos estados. Até dezembro de 2021, eram 455.684 piauienses atendidos pela iniciativa.

A não inclusão de famílias, levou os governadores do Consórcio Nordeste a questionarem o governo federal junto ao STF (Supremo Tribunal Federal). No levantamento dos governadores, cerca de 2,2 milhões famílias estavam na lista de espera, sendo 844 mil somente no Nordeste.

Segundo o  Ministério da Cidadania, o aumento do número de assistidos pelo novo programa de transferência de renda do Governo Federal ocorre por conta da fila de elegíveis para ingresso no Auxílio Brasil ter sido zerada em todo o país. No Piauí, 75.201 pessoas aguardavam inclusão no programa assistencial desde o ano passado e agora começarão a receber o benefício.

Segundo Roberto Oliveira, gerente dos programas de transferência de renda da Secretaria de Assistência Social e Cidadania (Sasc), esse crescimento de beneficiários é resultado do trabalho de busca ativa realizado das equipes dos Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) espalhados pelo estado.

“Nós que fazemos o trabalho de monitoramento já tínhamos essa quantidade de famílias que estavam na condição de extrema pobreza e que infelizmente, por conta das paralisações de novas concessões, acabou aumentando a demanda, mas hoje temos essa boa notícia de novos beneficiários”, disse o gerente ao Cidadeverde.com.