Bolsonaro decidirá em 30 dias se vai para o Progressistas, diz Ciro Nogueira

O ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, afirmou nesta sexta-feira (08) que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deverá definir em um prazo de 30 dias se oficializará a filiação ao Progressistas.

O ministro confirmou que as tratativas para o “casamento” estão avançadas e acrescentou que “se fosse hoje” o Progressistas seria a legenda escolhida por Bolsonaro e na qual ele deverá também concorrer à reeleição em 2022.

“Se fosse hoje eu tinha certeza que ele escolheria o Progressistas. Estamos de portas abertas, mas essa foi uma decisão que ele ainda não tomou”, declarou.

Por outro lado, Ciro Nogueira negou que o controle do partido teria perpassado pela pauta de negociação. No suposto acordo, seria dada a palavra final ao presidente em candidaturas ao Senado.

“Nunca foi tratado, o partido nunca mudará de controle”.

Nesta sexta-feira, o Progressistas faz um grande evento de filiação do presidente da Fecomércio no Piauí, Valdeci Cavalcante.

O ministro está no Piauí, juntamente com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que entregou novos equipamentos no Hospital Universitário.

Filiações

No começo da tarde a cúpula do Progressistas filiou o vice-presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Piauí (Fecomércio), Valdeci Cavalcante. Dois dos seus filhos, Tairo e Dênis Cavalcante, além do empresário Conegundes Gonsálves, também assinaram a ficha de filiação.

Valdeci Cavalcante, que antes estava filiado ao PSD, explicou que motivo para a troca de sigla está relacionado ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“Eu estava no partido do Kassab e ele disse que não votará no Bolsonaro e nossa intenção é votar em um candidato sério, honesto, trabalhador e que não tenha mácula na sua vida política ou pública”, pontuou.

O empresário não confirmou se pretende ser candidato e disse que agora o seu futuro político estão nas mãos no presidente do Progressistas, Ciro Nogueira. Ele admitiu, no entanto, a possibilidade de que Denis Cavalcante possa disputar em 2022. O empresário assumiu recentemente à presidência da Fecomercio do Piauí.

Ciro Nogueira, por sua vez, avaliou que Valdeci Cavalcante tem o perfil para ser até mesmo candidato a governador. Para ele, as filiações fortalecem os quadros da legenda.

“Será um movimento de consolidação das oposições. Chegaremos muito mais fortes nas eleições e acho que essa é a vontade da população. Ninguém vai querer ficar contra a vontade da população”, declarou.

No evento chamou a atenção a presença da deputada federal, Margarete Coelho (Progressistas). A parlamentar foi protagonista na discussão política desta semana, pois existe a expectativa no entorno da decisão de permanecer ou deixar o partido.

Na agenda que cumpriu no Piauí, ela evitou comentar sobre o assunto. Porém abraçada à Ciro, Margarete deu uma declaração simbólica: “Jamais abandonarei os amigos”, disse.